Gerenciamento de acesso de TI – como controlar o acesso aos ativos de TI da sua empresa

Se tem uma prática que todas as empresas deveriam adotar, esta é a de gestão de ativos de tecnologia da informação. Esta é uma maneira mais eficiente para a redução de custos, bem como garantir maximizar lucros e ter aumento da produtividade da organização.

Porém, nem todos têm pleno conhecimento a respeito desta prática para que seja implantada no seu negócio. Quem sabe seja este o momento de você se atualizar. Através deste texto, vamos mostrar sobre como é possível fazer o gerenciamento dos ativos do seu negócio, bem como os benefícios ligados a esta postura. Saiba mais!

O que significa gerir os ativos de TI?

É uma ferramenta que também pode ser chamada por Software Asset Management (SAM). Ela representa um processo para garantir decisões sobre compras e alienação dos sistemas. Sua abrangência também engloba estratégias para identificar e eliminar
programas não muito utilizados.

Desta maneira, a gestão dos ativos se dá por conta do gerenciamento e a otimização dos softwares que se utilizam, por meio de práticas que visam dar controle à soluções tecnológicas. Com esta questão, é possível estabelecer as licenças de uso, como de aplicação dos contratos, controle de custos e proteção dos efetivos.

É válido destacar que estes ativos podem ser qualquer um dos itens capazes de gerar valor para a empresa. Eles se classificam como tangíveis ou intangíveis, sendo para o primeiro, ligado a computadores e softwares, e o segundo para o capital intelectual do negócio.

Quando não há o gerenciamento dos ativos de TI, a empresa passa a desconhecer o que foi aplicado na cadeia de valor. Assim, a organização pode estar vulnerável a ter o uso de sistemas sem licença, entre outras coisas complicadas.

Os benefícios que envolvem a gestão dos ativos de TI

Com esta prática, é possível aumentar a segurança da sua empresa, com relação ao que é obrigatório adotar. Da mesma maneira, é possível fazer a previsão de necessidades futuras, e se antecipar a qualquer adversidade.

Uma destas vantagens é a redução de custos, como o de realocar ou eliminar licenças de softwares não utilizados, diminuir o potencial de custos dos programas inesperados, limitar a sobrecarga que se refere à gestão e suporte dos sistemas, entre outros itens.

Há mais controle na sua empresa, em especial das licenças dos softwares utilizados. Isso evita o descumprimento de contratos, e as aplicações das multas acabam diminuindo. A possibilidade da equipe fazer uso de sistemas ilegais também acaba sendo reduzida.

Gerenciar os ativos de TI permite mais eficácia para controlar os manuais, dando mais suporte aos sistemas e materiais de referência. Isso evita erros, e visa aumentar a produtividade da equipe, bem como o ganho de tempo.

E, por fim, a equipe de TI consegue garantir estar atuando conforme as exigências reguladas pelos órgãos públicos. Isso evita punições para a organização, e ainda garante a melhora da governança do seu empreendimento. É algo extremamente importante permitir a gestão de ativos de TI.

E você, como cuida dos ativos da sua empresa? Conte nos comentários! Caso queira conhecer melhor o Untangle, acesse o demo do produto: http://demo.untangle.com

acesso, ativos

Fale conosco:

Assessoria Completa

Desde 2000 no mercado, a Linux Solutions hoje é referência na implantação, treinamento, manutenção e suporte das melhores soluções baseadas em software livre.

Copyright © 2000 - 2018 - Linux Solutions

Av. Presidente Vargas, 482 - sala 326 - Centro Rio de Janeiro - RJ
21-2526-7262 - contato@linuxsolutions.com.br


Agencia de Crescimento