BYOD

Os perigos da BYOD para a segurança da sua empresa

Nos últimos anos, o BYOD (Bring Your Own Device ou, no português, ‘Traga seu Próprio Aparelho’), tem feito muitos gestores de empresas permitirem o uso de dispositivos móveis pelos colaboradores no ambiente de trabalho. E há uma razão para eles tomarem essa decisão: quando a força de trabalho utiliza seus próprios dispositivos no trabalho, sua satisfação e produtividade são drasticamente aumentadas.

Isto é o que mostra uma pesquisa realizada pela consultoria Gartner. Já outro estudo feito pela IDC aponta que 77% das empresas sediadas na Europa e nos Estados Unidos já aderiram à tendência sem volta da BYOD e disponibilizam smartphones para os seus funcionários trabalharem. Embora proporcione inúmeros benefícios, o BYOD também pode gerar muitos malefícios para as empresas que o adotam.

Um deles refere-se à segurança da rede corporativa. Se a organização não tiver total controle dos dispositivos móveis dos colaboradores, então elas correm o risco de ser vítima de um vazamento de dados, caso algum dos aparelhos que acessam a rede corporativa seja infectado por um malware. No post de hoje, falaremos sobre os perigos da BYOD e daremos algumas dicas sobre como implantar essa tendência de maneira segura. Confira!

Como a BYOD afeta a segurança da rede corporativa das empresas

Para grande parte das empresas, a implantação da BYOD é inevitável. Mas o fato é que muitas delas colherão mais malefícios do que benefícios com essa tendência, já que nem todas têm total controle sobre os dispositivos móveis dos funcionários. E se não podem administrar a forma como eles acessam a rede corporativa, então acabarão ficando sujeitas às ações de cibercriminosos. Abaixo, citamos alguns casos de mau uso dos dispositivos:

  • Se conectar à Wi-Fis públicas para acessar a rede corporativa da empresa, sem o uso de VPN (Virtual Private Network ou, no português, Rede Particular Virtual);
  • Acessar caixas de e-mail sem autenticação de dois fatores;
  • Instalar aplicativos desconhecidos sem a autorização da empresa;
  • Perder o dispositivo móvel ou ser vítima de um roubo e não relatar o ocorrido aos responsáveis pelo departamento de TI.

Todas essas más práticas adotadas pelos colaboradores põe em risco não somente o seu aparelho, como também a rede corporativa da empresa. Para invadirem os dispositivos móveis, os cibercriminosos normalmente disponibilizam apps fraudulentos em lojas oficiais, como App Store e App Store, e enviam e-mails de phishing com links maliciosos. Na App Store, existem mais de 100 mil aplicativos maliciosos prontos para serem baixados.

O que fazer para se beneficiar da BYOD com total segurança

Por mais que existam incontáveis ameaças prontas para se infiltrarem nos dispositivos móveis dos colaboradores e invadirem a rede corporativa da empresa, os gestores não precisam desconsiderar a ideia de implantar o BYOD. Basta que eles sigam algumas recomendações de segurança para que a força de trabalho possa se beneficiar dos aparelhos. A seguir, listamos algumas medidas que devem ser tomadas pela empresa:

1. Criar uma política para o uso dos dispositivos

A primeira medida que os gestores precisam tomar é criar uma política para o uso dos dispositivos. Nesta política, devem estar definidas quais formas de uso são ou não permitidas e o que a empresa vai ou não fazer para minimizar os riscos. Uma política eficaz obriga o uso de senhas fortes para bloquear o aparelho no caso dele ser perdido ou roubado e a não instalação de aplicativos não autorizados ou baixados de lojas não oficiais.

2. Educar os colaboradores

Para que os colaboradores sigam a política de uso dos dispositivos móveis, eles precisa ser treinados e educados. Em uma reunião sobre segurança, oriente-os a evitar o uso de carregadores públicos (os cibercriminosos estão usando esses carregadores para invadirem os aparelhos das vítimas), não abrir e-mails desconhecidos, baixar aplicativos maliciosos e jamais deixar o aparelho sozinho, sem supervisão pessoal.

3. Adotar ferramentas de segurança modernas

Os gestores também devem recorrer ao uso de ferramentas de segurança modernas, como firewalls, portais cativos, openVPNs e sistemas de gerenciamento de dispositivos móveis. O portal cativo é uma das melhores soluções de segurança, pois ele reforça as políticas de uso dos aparelhos e permite que os administradores bloqueiem o acesso à rede empresarial para usuários não identificados, evitando assim possíveis invasões.

E a sua empresa, já implantou o BYOD? Que medidas de segurança já está implementando para manter a sua rede empresarial totalmente segura? Conte suas experiências para a gente nos comentários!

Aproveite para conhecer o Untangle, acessando o demo do produto: http://demo.untangle.com

Paulo Henrique Baptista de Oliveira

Paulo Henrique Baptista de Oliveira

CEO Linux Solutions em LInux Solutions Informática
Empresário do ramo de tecnologia há mais de 18 anos, líder em consultoria, serviços e soluções baseadas na plataforma Linux. Especializações: Segurança, Servidores, Linux, Open Source, SW Livre Parcerias: Untangle e Bacula do Brasil.
Paulo Henrique Baptista de Oliveira

BYOD


Paulo Henrique Baptista de Oliveira

Empresário do ramo de tecnologia há mais de 18 anos, líder em consultoria, serviços e soluções baseadas na plataforma Linux. Especializações: Segurança, Servidores, Linux, Open Source, SW Livre Parcerias: Untangle e Bacula do Brasil.

Fale conosco:

Assessoria Completa

Desde 2000 no mercado, a Linux Solutions hoje é referência na implantação, treinamento, manutenção e suporte das melhores soluções baseadas em software livre.

Copyright © 2000 - 2018 - Linux Solutions

Av. Presidente Vargas, 482 - sala 326 - Centro Rio de Janeiro - RJ
21-2526-7262 - contato@linuxsolutions.com.br


Agencia de Crescimento